Trocas inteligentes na alimentação ajudam no controle de diabetes

Trocas inteligentes na alimentação ajudam no controle de diabetes

Ainda existem pessoas que pensam que a alimentação do diabético precisa ser sem graça. Muito pelo contrário! Com as novas descobertas envolvendo o mundo da nutrição, basta algumas substituições certeiras para que o cardápio fique saudável, nutritivo e que ajude no controle dos níveis de glicose no sangue.

Confira, a seguir, três dicas que selecionamos para você aplicar, a partir de agora, na sua dieta.

1. No lanche da tarde, escolha as frutas secas

Essa é para quem gosta de comer um pãozinho de manhã e à tarde. Mesmo que a opção seja integral, é preciso ficar alerta, já que o alimento tem bastante sódio. Uma ótima solução é substituir o pão, pelo mix de frutas secas.1
Uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá, colocou pessoas com diabetes tipo 2 em grupos diferentes de alimentação. No primeiro, o alimento principal foi o muffin. Já o segundo grupo, ficou com o conjunto de amêndoas, pistache, avelã, amendoim, castanha de caju e macadâmia. Os últimos voluntários ficaram com muffins e nozes. No fim, os pesquisadores descobriram que aqueles que consumiram o mix de sementes tiveram melhores controles do açúcar no sangue, assim como redução nos níveis de colesterol LDL (ruim).1

2. Troque a banana pela maçã

A banana é um carboidrato simples, e isso pode ajudar a aumentar o pico de glicemia no organismo. Mas, ao mesmo tempo, o consumo de fruta (duas porções ao dia) é ideal para suprir as vitaminas que o corpo necessita. Uma substituição perfeita seria, então, colocar a maçã.2
Segundo estudo publicado em 2012 no American Journal of Clinical Nutrition, a fruta contém antocianina, antioxidante que é capaz de regular a glicose no sangue, além de reduzir as chances do organismo desenvolver a doença.2

3. Coloque proteína vegetal no seu cardápio

Quando o assunto são as proteínas, a maioria das pessoas lembra da carne. Porém, o alimento, muitas vezes, é rico em gordura. Para não deixar de ingerir o nutriente, o ideal é substituí-lo por feijão, ervilha, lentilha, grão de bico e soja.3
E quando o assunto é o consumo de aminoácidos essenciais (aqueles que não são produzidos naturalmente pelo corpo), presente bastante nas carnes, a dica é preparar uma receita que tenha duas ou mais dessas leguminosas.3

Agora, você já sabe quais alimentos trocar e como isso será importante para a sua saúde.


Referências

1. Jenkins DJ, Kendall CW, Banach MS, et al. Nuts as a replacement for carbohydrates in the diabetic diet Diabetes Care. 2011 Aug;34(8):1706-11.
2. Wedick NM, Pan A, Cassidy A, et al. Dietary flavonoid intakes and risk of type 2 diabetes in US men and women. Am J Clin Nutr. 2012 Apr;95(4):925-33.
3. American Diabetes Association. What can I eat? Disponível em: http://www.diabetes.org/food-and-fitness/food/what-can-i-eat/ Acessado em 01 de agosto de 2016.

Não encontramos seu login na nossa base de usuários do Portal VMS. Por favor preencherr sua data de nascimento para verificarmos nos outros canais

Já vai?

Aproveite todos os benefícios do programa agora mesmo

Ao clicar no link a seguir você estará deixando o website da Novartis e será direcionado para um outro website correspondente ao assunto de seu interesse.
A Novartis não se responsabiliza pelo conteúdo nele apresentado