Vale Mais Saúde

Acesse o Vale Mais Saúde

idpublicacao: revisita:

Hipercolesterolemia (colesterol alto)

O que é hipercolesterolemia (colesterol alto)


Antes de conhecer os sintomas, riscos e formas de prevenir o colesterol alto, doença chamada de hipercolesterolemia, é preciso entender o que é colesterol. O colesterol nada mais é do que um tipo de gordura que circula no sangue, fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo. Na verdade, existem dois tipos de colesterol:1,2


• LDL: chamado de colesterol ruim, é a principal causa do entupimento das artérias.1
• HDL: é o bom colesterol, que evita o acúmulo da gordura nas artérias e seu eventual entupimento.1


Dessa forma, é saudável ter níveis elevados de HDL (colesterol bom) no sangue, pois isto resulta na redução do risco do desenvolvimento de doenças cardíacas. Os níveis de HDL desejáveis são iguais ou superiores a 60mg/dL (miligramas por decilitro de sangue), e nunca abaixo de 40mg/dL.1,3


Por outro lado, quando os níveis de LDL (colesterol ruim) estão altos, aumentam significativamente as chances de que o excesso dessa gordura se acumule nas paredes das artérias (arteriosclerose), podendo levar a seu entupimento completo. Esse cenário caracteriza o infarto do miocárdio, quando há interrupção do fornecimento de sangue com nutrientes e oxigênio para o coração. Se houver o entupimento de uma artéria do cérebro, ocorre o acidente vascular cerebral (derrame).1,2 Os níveis de LDL saudáveis são aqueles inferiores a 100mg/dL.1


O que causa o colesterol alto?


Algumas razões podem aumentar o risco e/ou levar um indivíduo a apresentar hipercolesterolomia. Entre elas, estão:


• Fator genético/hereditariedade;2
• Idade e sexo;1
• Alimentação gordurosa, com altas taxas de colesterol, peso elevado e sedentarismo (falta de atividades físicas regulares);1,2
• Doenças nos rins, hipotireoidismo e/ou diabetes;2
• Tabagismo.3




Sintomas da hipercolesterolemia (colesterol alto)


A hipercolesterolemia (colesterol elevado) não manifesta sinais e sintomas. Isso coloca a saúde do paciente ainda mais em risco, já que muitos convivem com a doença por anos sem sequer saber. Por isso, é recomendado que qualquer pessoa acima dos 20 anos realize exames de medição de colesterol no mínimo a cada 5 anos.1

   

Nos casos mais graves, os pacientes podem apresentar uma dor no peito, causada pelo infarto agudo do miocárdio, uma consequência gravíssima do colesterol elevado no sangue.1



Diagnostico da hipercolesterolemia (colesterol alto)


O exame mais indicado para o diagnóstico da hipercolesterolemia (colesterol alto) é o chamado painel de lipoproteína, pois este teste permite saber exatamente quais os níveis de HDL (colesterol bom), de LDL (colesterol ruim) e ainda os níveis de outro tipo de gordura que circula no nosso sangue, o triglicérides. O painel de lipoproteína é um exame de sangue.1


Tratamento da hipercolesterolemia (colesterol alto)


O tratamento do colesterol ruim (LDL) elevado compreende uma série de mudanças no estilo de vida do paciente, somadas ao tratamento medicamentoso.1 Justamente por isso, o sucesso no tratamento exige dedicação e muita força de vontade dos pacientes, que precisam mudar sua rotina e ter adesão ao tratamento medicamentoso, conforme prescrito pelo médico.1


Entre as melhorias desejadas no estilo de vida dos pacientes como parte do tratamento do colesterol alto, estão:


• Ajustar a dieta, visando diminuir o consumo de gorduras e aumentar o de fibras;1
• Controlar e perder peso, se necessário;1
• Praticar atividades físicas regularmente;1
• Parar de fumar.1



Entre os medicamentos que podem ser prescritos pelo médico como parte do tratamento do colesterol alto estão as estatinas.1


Tratar o colesterol elevado sempre vale à pena!


Ainda que você já tenha uma doença cardíaca, tratar adequadamente o colesterol elevado de acordo com as recomendações do seu médico pode diminuir as chances de complicações e até de óbito por conta desta doença. Por isso, o tratamento do colesterol alto é indicado para qualquer paciente que apresente índices elevados de LDL, independentemente da idade ou condição geral de saúde, já que sempre há benefícios.1



Hipercolesterolemia no Vale Mais Saúde


Como forma de contribuir com a adesão ao tratamento do colesterol alto, além de facilitar o acesso, a Novartis oferece descontos em seus medicamentos para hipercoleterolemia e outras ferramentas educacionais, por meio do programa Vale Mais Saúde.


Clique aqui ou ligue para 0800 888 3003 para saber mais e se cadastrar no Programa Vale Mais Saúde!





Referências



1.NIH. High Blood Cholesterol: What You Need To Know. Disponível em http://www.nhlbi.nih.gov/health/resources/heart/heart-cholesterol-hbc-what-html. Acesso em 20 de setembro de 2016.

2.SBEM. 10 Coisas que Você Precisa Saber sobre o Colesterol. Disponível em http://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol/. Acesso em 20 de setembro de 2016.  

3.Mayo Clinic. High cholesterol. Diponível em http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/high-blood-cholesterol/symptoms-causes/dxc-20181874. Acesso em 20 de setembro de 2016.