Vale Mais Saúde

Acesse o Vale Mais Saúde

idpublicacao: revisita:

Qualidade de vida: asma e atividades físicas são conciliáveis

A prática de atividades físicas regulares pode ajuda no controle do peso e trazer outros benefícios ao quadro geral de saúde e na qualidade de vida do paciente com asma, que de forma direta ou indireta podem ajudar no controle da asma.1

Antes de iniciar a prática de exercícios as pessoas com asma devem conversar com o médico que acompanha a doença e avaliar alguns fatores, como o ambiente onde a atividade física irá ocorrer e se ele poderá levar a exposição do paciente à algum fator desencadeante da asma. No caso da asma alérgica, por exemplo, a realização de atividades ao ar livre pode ser menos recomendada do que a realizada em ambientes fechados, onde há menos exposição à poluição, pólen e ao ar frio.1

Além disso, atividades muito intensas – como corrida e natação – podem desencadear crises de asma. Por isso, pode ser recomendado o uso de medicamentos antes da realização do exercício, com o objetivo de “abrir” as vias respiratórias, e alguns pacientes de asma podem ser beneficiados ao dar preferência a atividades físicas mais leves, como caminhadas. 1

Dica: conheça o seu corpo

Conhecer o seu corpo e os fatores que podem desencadear a sua asma é muito importante. Assim, ao escolher uma atividade física, você pode levar esses fatores em consideração e optar pelo exercício mais indicado para você, sempre com orientação médica!

Confira algumas dicas antes de escolher uma atividade física:1

- verifique a previsão do tempo e a qualidade do ar antes de planejar e/ou iniciar uma atividade;
- na primavera, tenha cuidado redobrado com a exposição ao pólen e à fungos, que podem causar alergia e desencadear crises de asma;
- para algumas pessoas com asma, o choque térmico do ar frio da manhã pode contrair os brônquios, enquanto que um horário mais quente favorece a respiração;
- a prática de natação em ambientes fechados, onde o cloro e outros agentes químicos ficam em suspensão, também pode trazer dificuldades para o paciente com asma respirar – neste caso, se possível, opte por piscinas em ambiente aberto.


Referência

1. Site da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Disponível em: http://sbpt.org.br/espaco-saude-respiratoria-asma-ats/. Último acesso em junho de 2015.