Vale Mais Saúde

Acesse o Vale Mais Saúde

idpublicacao: revisita:

Psoríase: doença que pode contribuir para o desenvolvimento do diabetes tipo 2

Recentemente, um estudo concluiu que pessoas com psoríase têm grandes chances de desenvolver diabetes tipo 2. A explicação está na inflamação que acomete a pele, que pode aumentar a resistência à insulina.1

Claro que a psoríase é uma doença que deve ser tratada e os cuidados são primordiais para evitar que os níveis de glicose se alterem. Além disso, também é bom conhecer os principais sintomas da doença. São eles:1

  • ·         Manchas vermelhas na pele cobertas com escamas esbranquiçadas1
  • ·         Pequenas manchas1
  • ·         Pele seca e rachada, que podem até sangrar1
  • ·         Coceira, ardor ou dor1
  • ·         Inchaço e rigidez articular1
  • ·         Unhas grossas ou com caroços1

Tipos de psoríase

Caso você esteja – ou conhece alguém – com esses sintomas, o primeiro passo é procurar um médico dermatologista o mais rápido possível. Assim, ele conseguirá identificar qual o tipo da doença. Que pode ser:2

Psoríase em placas

Essa é a forma mais comum, aparecendo lesões secas e vermelhas na pele, cobertas com escamas esbranquiçadas. Essas placas podem coçar e aparecem em qualquer área do corpo, inclusive órgãos genitais.2

Nas unhas

Se a doença atingir essa parte dos dedos, pode causar corrosão, crescimento anormal das unhas e descoloração. Além disso, as unhas podem se soltar e cair. 2

Couro cabeludo

São áreas vermelhas que coçam com escamas esbranquiçadas e podem ir além da linha do cabelo. É possível perceber flocos de pele morta no cabelo e ombros, especialmente depois de coçar o couro cabeludo. 2

Psoríase gutata

Esse tipo afeta principalmente jovens e crianças e, normalmente, acontece por conta de uma infecção bacteriana. Seus sintomas são pequenas feridas no tronco, braços, pernas e couro cabeludo, que ficam cobertas por uma fina camada esbranquiçada. 2

Psoríase inversa

Atinge a pele das axilas, da virilha, sob os seios e em torno dos genitais, provocando manchas vermelhas e inflamadas. É agravada por atrito e sudorese. As infecções fúngicas podem desencadear esse tipo de psoríase. 2

Psoríase pustulosa

Essa é uma forma mais rara da doença e é caracterizada pelo surgimento de manchas generalizadas em áreas como mãos, pés e dedos. O local apresenta bolhas cheias de pus que aparecem apenas algumas horas após a pele ficar vermelha. 2

Psoríase eritrodérmica

Pode ser considerado o tipo menos comum da doença. Seus sintomas é o surgimento de mancha vermelha em todo o corpo, juntamente com descamação da pele, que pode coçar ou queimar. 2

Artrite psoriática

Como o próprio nome sugere, esse tipo de psoríase, além de apresentar a pele inflamada, também causa inchaços, unhas grossas e descoloridas e dor nas articulações. 2

 

REFERÊNCIAS

1. Site da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Disponível em http://www.sbd.org.br/doencas/psoriase/. Última visualização em 22 de setembro de 2016.

2. Site Mayo Clinic. Disponível em http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/psoriasis/basics/symptoms/con-20030838. Última visualização em 22 de setembro de 2016.

Veja mais em:

Conteúdos Relacionados