Vale Mais Saúde

Acesse o Vale Mais Saúde

idpublicacao: revisita:

Diagnóstico do glaucoma

O diagnóstico do glaucoma é em geral realizado por um médico especialista em oftalmologia. O diagnóstico do glaucoma é através de alguns testes e exames específicos, como:1

- teste de acuidade visual: avaliação da capacidade de visão a partir de distâncias distintas;
- teste do campo de visão: avaliação da capacidade de visão periférica e central;
- mapeamento de retina, biomicroscopia de fundo de olho, estereofoto de papila: para isso é necessário a aplicação de colírio para dilatação das pupilas. O oftalmologista examina a retina e nervo óptico do paciente, além de outros eventuais problemas com os olhos;
- tonometria: exame que mede a pressão interna do globo ocular;
- paquimetria: medição da espessura da córnea;
- gonioscopia: avalia o ângulo da câmara anterior do olho e área de drenagem do humor aquoso;
- OCT do nervo do olho (Ocular Coherence Tomography): é uma tomografia do nervo e avalia a perda de fibras nervosas do olho.

“É importante ressaltar que não existe cura para o glaucoma, mas existe como controlar a doença. Portanto, é fundamental conscientizar a população de que o diagnóstico é feito através de consultas regulares ao oftalmologista e exames complementares como o de fundo de olho, medida da pressão intraocular, gonioscopia, e exame de campo visual permitem o diagnóstico.”
Sociedade Brasileira de Glaucoma

CURIOSIDADE!
Além da análise da pressão intraocular, do exame do nervo óptico e de testes de visão, estudos recentes desenvolvidos por pesquisadores do Hamilton Glaucoma Center da Universidade da Califórnia, em San Diego, resultaram no desenvolvimento de uma calculadora capaz de estimar o risco de uma pessoa desenvolver glaucoma.2

ATENÇÃO: o diagnóstico precoce do glaucoma é fundamental para manter a saúde ocular. Por isso, com o intuito de poder realizar diagnósticos o quanto antes possível, oriente a todos os adultos de sua família para que façam exames oftalmológicos periódicos – especialmente se vocês fazem parte dos grupos de risco. 3 Aconselha-se um exame anual de dilatação dos olhos para aqueles que estão sob maior risco de glaucoma, como também medida preventiva da pressão ocular.4 Dependendo da condição, o médico poderá aconselhar exames mais frequentes.4

“Vale ressaltar que a avaliação do grau de óculos é apenas uma parte da consulta oftalmológica. E muitas pessoas substituem a consulta médica oftalmológica pela aquisição de óculos em estabelecimentos comerciais, como óticas, sem perceber que essa prática, além de errada, pode trazer consequências graves à saúde ocular pela falta de diagnóstico de doenças como o glaucoma.”

 Sociedade Brasileira de Glaucoma


Referências
1.Site do National Eye Institute (NEI). Disponível em https://nei.nih.gov/health/glaucoma/glaucoma_facts. Último acesso em 10 de julhos de 2015.
2.Site da Glaucoma Research Foundation (GRF). Disponível em http://www.glaucoma.org/treatment/a-new-tool-to-predict-glaucoma.php. Último acesso em 09 de julho de 2015.
3.Site do Hospital de Olhos de São Paulo. Disponível em http://hospitaldeolhos.net/especialidades-glaucoma.asp?gclid=CPvU8q6MzcYCFUeRHwodvD0AiA. Último acesso em 10 de julho de 2015.
4.Site da American Academy of Ophthalmology. Disponível em http://www.geteyesmart.org/eyesmart/diseases/glaucoma/index.cfm. Último Acesso em 13 de julho de 2015.

 

Veja mais em:

Conteúdos Relacionados